www.cozinhadamarcia.com.br

Para quem não sabe o Brasil foi o primeiro país do mundo a produzir fécula de mandioca, o nosso polvilho, industrialmente. No começo do século 19 foi instalada na beira da baía de Guanabara uma fábrica de fécula de mandioca. Os seus proprietários eram franceses, e a marca ainda existe até hoje na Europa, chamada de Tapiocaline, era usada principalmente para engrossar líquidos como sopas e caldos e pudins. A fábrica mudou-se anos mais tarde para a África, grandes plantadores de mandioca estão até hoje na região de Gana e do Senegal.
As preparações semi-rígidas faziam um enorme sucesso por permitir pratos coloridos com uma certa altura, tornando a apresentação da mesa mais suntuosa.

De uma olhada no vídeo a seguir que mostra como eram preparadas algumas dessas sobremesas, no caso no Pavilhão de Verão da Coroa Inglesa, em Brighton.

www.cozinhadamarcia.com.brE para sentir um pouco dessa alegria, ainda que de modo mais simples e caseiro, segue a receita de um pudim de tapioca com coco. Ele pode ser preparado em uma forma pequena, com formato digno da realeza e, pode ser retirado da forma na hora de servir.

Pudim de tapioca com calda de melado de cana @cozinhadamarcia