www.cozinhadamarcia.com.br

As ovas de peixe não são muito pouco consumidas por aqui, é verdade que nem sempre estão à venda. Em geral, só é possível comprá-las em pequenas quantidades. Servir as ovas em um jantar para oito pessoas? Nem pensar! Tenho a impressão que os peixeiros na feira sabem muito bem o que é bom e as guardam, e espero que todos eles, meus amigos leiam isso como elogio, afinal eu aprendo muito com eles. Também não sou completamente boba e sei que que congelam mal, ficam farinhentas, e também estragam rapidamente.

As ovas de acordo com o tipo de peixe tem um sabor mais ativo, é o caso das tainhas, outras são mais delicadas e com sabor mais suave como as pescadas, podem ser preparadas de muitas maneiras, se forem fritas no azeite e servidas com rodelas de limão e fatias de pão, por exemplo, ficam gostosas e combinam com cervejas. Mas eu, muito fãs de farinha de mandioca, principalmente aquela mais grossa, logo quero fazer uma farofa. Agora, preste atenção, essa é uma farofa bem molhada, dessas que dá para pegar uns pedacinhos com os dedos das mãos e ficam muito simpáticas quando as servimos como entradinha, com muita pimenta e azeite bom pingado por cima. Para não atrapalhar o seu sabor não coloquei alho, apenas cebolas e pimentões. Não quer experimentar? É um sabor brasileiro, rico e delicadíssimo.

Para ver a receita de farofa de ovas de pescada, clique.