Fiquei alguns em Oxford, na Inglaterra. A cidade é muito antiga e tem prédios da Idade Média com pátios internos e jardins delicados. Alguns deles inclusive serviram de inspiração para as aventuras de Harry Potter. O passeio vale a pena. Comi bem lá.

Os pubs, e acho que esse tipo de bar com muita cerveja e conversa solta é bem típico. Funciona assim: tem um balcão de molhados, cervejas de muitos tipos e outras tantas bebidas, algumas utilizam o gin na mistura. Em um outro balcão pede-se a comida. Você ganha um número bem grande, escrito em um mini-quadro negro. Quando estiver pronto o garçom te acha e entrega a comida. As mesas são comunitárias e a conversa em parte também.

Sentamos-nos em um pátio aberto com muitos vasos de flores. Nossos companheiros de mesa perguntaram se a fumaça dos cigarros incomodava. Dissemos que não, avisamos que éramos não fumantes. Britanicamente, falamos um pouco sobre os males e prazeres do fumo. Aos poucos cada um nós voltou a conversar com seus parceiros, mas por alguns agradáveis minutos ficou a sensação de comunhão. Nem nos despedimos, aliás, nem notamos quando saíram da mesa.

Comi um peixe empanado com batatas fritas. As batatas eram batatas, mas o peixe… Eles lá uma massa que fica crocante e não empapa muita gordura. O seu segredo está na cerveja utilizada no lugar de água.

Informações práticas sobre Oxford