www.cozinhadamarcia.com.br

Aqui no Brasil, a Diet Coke foi substituída pela Coca Zero faz tanto tempo que eu nem me lembro mais a última vez que vi uma latinha prateada escrito “Diet” nas prateleiras do supermercado. A grande diferença entre as duas era o adoçante, o que influia no gosto. Particularmente prefiro o gosto da Coca Zero, aqui ou em qualquer país.

Devo confessar que eu gosto de Coca-Cola, e adotei as versões diet logo que apareceram. Acho que fiquei emocionalmente ligada ao refrigerante ainda na infância durante uma desidratação. O pediatra recomendou que tomasse colherinhas de chá Coca-Cola em temperatura ambiente para me sentir melhor. Lembro bem do sabor. Ele devia gostar da bebida, ou achou que estaria me agradando, suco de laranja teria provavelmente teria tido o mesmo efeito animador devido ao açúcar, e com vitamina C.

O resultado é que gosto da bebida, apesar de todas as recomendações contra, e quando faço uma promessa no lugar dizer combinar ficar sem chocolate até o Natal, prometo cortar a Coca-Cola. E agora vem essa novidade. A empresa vai ampliar a marca Diet Coke com novos sabores durante o ano de 2018 nos Estados Unidos. Vamos ver se chega por aqui. Fora dos Estados Unidos a marca de soda utilizada pela empresa para bebidas com sabores é a Fanta.

A nova versão da lata é a mesma já adotada pela empresa com 360 ml (12 fl. oz), mais alongada e com uma faixa de cor para distinguir claramente cada sabor. Vale a pena olhar a página no site para ver com detalhes o novo design e um pouco da história das embalagens.

Para saber  mais sobre o lançamento

Para saber mais sobre o time de designers e o conceito das embalagens

O site é inglês mas com copiar e colar o tradutor do Google resolve o problema.

Foto: Divulgação Coca-Cola Company