www.cozinhadamarcia.com.br

Depois de muito se falar sobre a corrupção na merenda escolar, e o possível desvio de verbas das refeições infantis no estado de São Paulo,  e em outros estados brasileiros também, resolvi investigar o que servem nas escolas de outros países.

Leia aqui mais sobre os desvios

Villennes-sur-Seine é uma cidadezinha às margens do rio Sena, na França, a apenas 46 minutos de carro, segundo o Google, de Paris. É próxima o bastante de Paris para atrair como moradores executivos que vão e voltam diariamente de trem para o trabalho na cidade, e ainda assim tem uma vida um pouco mais tranquila em uma cidade menor do que Paris. A cidade também tem operários que trabalham nas fábricas das redondezas e atrai um número suficientemente grande de estudantes de famílias muçulmanas para considerar substituir carne de porco na sua lista de pratos.

O que eu achei interessante nessa cidade, e imagino que isso aconteça em todas as prefeituras locais, é que publicam em seu site o menu do período escolar. A escola pública na França começa pela manhã e termina no meio da tarde. As crianças tomam café em casa e almoçam na escola.

Leia aqui o cardápio escolar, está em francês, mas dá para entender algumas palavras semelhantes ao português: legumes, frutas etc.

Muitos dos pratos não sei o que são, e nem vou traduzir, porém observem que no geral serviram para as crianças: uma entrada, um prato principal, um acompanhamento, um queijo é servido antes da sobremesa– algo bem típico da alimentação francesa, e um doce, pode ser fruta, pudim ou bolo. Nem todos os ingredientes são orgânicos, mas estes estão assinalados. É um cardápio balanceado, que parte do princípio que a segurança alimentar daquelas crianças está garantida – elas terão almoço na escola, jantar e café da manhã em casa. A maior refeição é na escola.

No dia 26 de setembro o cardápio terá uma salada tabule, aquela com bastante salsa e trigo para quibe bem temperada, carne de vitela enrolada servida com o seu molho acompanhada de três legumes orgânicos, um queijo e um pudinzinho de baunilha, desses cremosos que vendem no supermercado.

O queijo do dia é o Carré de l’Est, um tipo de queijo de leite de vaca, da região da Lorena, no leste da França e tem o formato quadrado, logo o seu nome é o mais direto e simples possível: quadrado do leste. A cada dia servem um queijo diferente. Clique para ver as imagens do queijo.

O cardápio é rico e reflete a importância que o país dá às suas crianças e à educação infantil.

A foto é um detalhe do cardápio de almoço das escolas da Prefeitura de Villennes-sur-Seine, na França,