www.cozinhadamarcia.com.br

Ele pode parecer muito ruim com a sua casca peluda e a baba que se solta enquanto cozinha, mas não é não. A aparência não é das melhores porque em geral só conseguimos comprar uns quiabos bem velhuscos e no ponto de empretejar. O resultado é que demoram mais para cozinhar, dá tempo de sua casca começar a desmanchar na panela, e o resultado é que o seu sabor sabor delicado nem chega a mesa.

Recomendo procurar bastante por quiabos novos, pequenos e de cor verde clara. Eu sei, no supermercado eles estão misturados nas bandejas, um pouco dos novos por cima e os mais velhor por baixo, mas o esforço vale a pena. Cozinhe-os apenas cobertos com água, pouco sal e uma lasca de casca de limão para cortar a baba. Estarão cozidos em apenas dez minutos. O sabor é, pasmem, achocolatado e suave, combina com pastas cremosas e bem temperadas como as que indico a seguir.  Se quiser rale um pouco de gengibre por cima enquanto estiverem quentinhos e sirva-os como na foto – com torradinhas e pasta de grão de bico. Experimente preparar pequenas combinações de texturas – no caso o macio da pasta salgada com o quiabo cozido no ponto, e a torrada bem dura.

A possibilidade de fazer essas misturas é muito simples, na prática a pasta de gergelim e a torrada foram compradas prontas, só preparei os quiabos. E, como entrada ou como petisco, agradam a muita gente. Estimule as crianças a prepararem as suas porções indivuais. A receita é vegana, vegetariano, e sem lactose. Mas também combina com lasquinhas de carne seca.

Veja aqui a receita da pasta de grão-de-bico da Cozinha da Marcia.

Pasta de berinjelas para servir com fatias de tomate

Pasta de lentilhas vermelhas ou verdes