15 amostras de sete vinícolas do Vale dos Vinhedos foram aprovadas hoje pelo Conselho Regulador da Denominação de Origem. Duas delas já estão no mercado

Almaúnica, Don Laurindo, Miolo, Larentis, Casa Valduga, Cave de Pedra e Dom Cândido. Estas foram as sete vinícolas que tiveram seus vinhos e espumantes avaliados na manhã de hoje, 2, pelos membros do Conselho Regulador em busca da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (DOVV), conforme inscrição feita pelas próprias empresas. Das 16 amostras inscritas, somente uma não foi recomendada, tendo o prazo de uma semana para recurso. 14 delas são da Safra 2013. As outras duas são solicitantes de renovação do certificado.

As 15 amostras aprovadas representam 245 mil litros de vinhos e espumantes. Para degustar na taça os tintos o consumidor vai precisar esperar até 2015, mas os brancos e espumantes já começam a chegar ao mercado ainda este ano. As duas amostras que renovaram o certificado estarão chegando ao mercado durante o mês de novembro. São elas: Miolo Espumante Millésime Brut 2012 e Miolo Couvée Giuseppe (Merlot / Cabernet Sauvignon) 2012. A renovação da DOVV é imprescindível porque confirma a identidade já aprovada em anos anteriores, exigida toda vez que a bebida está engarrafada e pronta para chegar ao mercado.

A sessão de degustação, realizada no Laboratório de Análise Sensorial da Embrapa Uva e Vinho, considera a qualidade da cor, aroma e paladar, além da tipicidade dos vinhos atribuída pela variedade e pela região. Este processo é realizado não apenas para comprovar o enquadramento no regulamento de uso da DOVV, mas também serve como uma importante ferramenta de feedback para qualificação contínua a ser utilizada pelas vinícolas participantes.

Para o diretor técnico da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale) Márcio Brandelli, membro do Conselho Regulador, a degustação mostra na taça o desempenho da safra 2013. “O consumidor pode aguardar tintos surpreendentes e brancos e espumantes excelentes, o que comprova o nível dos produtores do Vale que já entenderam a importância e os benefícios da DO”, destaca.

O Vale dos Vinhedos é o dono da primeira certificação de Denominação de Origem de Vinhos do Brasil, estampando a identidade e a qualidade dos vinhos elaborados no roteiro para o restante do mundo. A DO foi conquistada em setembro de 2012.