www.cozinhadamarcia.com.br

O sabor é gostoso, comida de alma para um dia que se está muito cansado. Algumas etapas do risoto tradicional são ignoradas no preparo da receita, por exemplo a cebola não é aquecida no óleo antes de se acrescentar o arroz, e o açafrão que dá a cor amarelada ao prato foi substituído pelo açafrão da terra. Mas, como o caldo de carne utilizado foi feito em casa, e tinha uma sobrinha de cenouras refogadas no azeite, o resultado final foi, senão perfeito, pelo menos honroso.

Veja aqui mais detalhes sobre a receita

INGREDIENTES

Para 2 pessoas
4 colheres de sopa de cenouras cortadas e refogadas (pode usar milho ou o que tiver na geladeira – vagem, abobrinha, pimentão, etc)
2 colheres de sopa de azeite
1 / 2 xícara de arroz tipo arbóreo próprio para risoto
1 e 1 / 2 xícaras de caldo de carne feito em casa, clique para ver a receita.
1 / 2 xícara de vinho branco
1 colher de chá de uma mistura de ervas secas de sua preferencia – usei chimichurri – mistura de origem argentina vendida nos supermercados em São Paulo, pode ser orégano, ervas de Provence, ervas finas e outras.
2 colheres de chá de açafrão da terra em pó
4 tiras de meio centímetro de alga nori seca


MODO DE PREPARO

IMG_INGredientes-BXIMG_3112-BxColoque tudo em uma vasilha refratária, misture um pouco e cozinhe no forno de micro-ondas em potencia alta por 12 minutos. Aos seis minutos abra a porta do forno e misture um pouco com uma colher para ter certeza que o arroz não está grudando no fundo. Termine de cozinhar, deixe descansar por uns cinco minutos antes de servir. Normalmente, durante o líquido que sobra é absorvido pelo arroz durante esse descanso. Não utilizei sal porque o caldo já estava salgado e as cenouras refogadas também.

Na hora de servir distribui por cima do risoto umas tirinhas de alga nori, mas fiz isso nos pratos já servidos. Primeiro porque nem todos gostam do sabor levemente salgado da alga, depois elas amolecem com o calor e praticamente desaparecem, deixando apenas o seu sabor onde entraram em contato com o arroz.


Olha o truque

O risoto sempre pode ser um prato vegetariano desde que o caldo de carne, galinha ou peixe seja substituído por um caldo de vegetais bem incrementado para dar bastante gosto ao arroz.