www.cozinhadamarcia.com.br

Pode até parecer um pouco exagerado, mas se tivermos que fazer uma lista das comidas tipicamente cariocas podemos começar com uma porção de sardinhas fritas, em segundo lugar ou talvez empatados estão o sanduíche natural e o quibe frito. Tem também as esfihas em uma posição mais adiante.

É claro que existem quibes fritos e quibes fritos, e o da Pizzaria Oriental no Largo do Machado é, com certeza, o melhor da cidade. O que ele tem de diferente é a sua qualidade e a simplicidade de seu sabor, como os pignoli (pinhões) custam caro foram retirados da receita, o tempero tem apenas salsa e cebolinha. Bem honesto. Muito melhor do que em quase todos os outros bares onde já os comi. Um quibe para ser bom precisa equilibrar, ou melhor, desequilibrar a quantidade de trigo e carne. Tem que ter mais carne do que grãos de trigo. E não pode ficar engordurado depois de frito.

Além disso, só esticando o assunto mais um pouco, o quibe ideal, pelo menos para mim, precisa ter uma casquinha fina – preparada com carninha moída e trigo, e ser recheado com carne moída bem temperada e soltinha. E, apesar do nome fora do comum, afinal o que uma pizzaria tem a ver com comida árabe? A resposta correta é tudo. Dessas situações bizarras, na hora de registrar a lanchonete o nome escolhido aparentemente já existia mas Pizzaria Oriental não. A pizzaria, é claro, nunca assou nem uma pizza. Os antigos donos libaneses venderam o negócio para um grupo de portugueses que tiveram o bom senso de não modificar as receitas ou introduzir muitas novidades.

Pizzaria Oriental
Largo do Machado 29, lj 15.
Clique para ver o mapa

Veja receitas libanesas na Cozinha da Marcia

Quibe assado 

Esfiha de berinjela