www.cozinhadamarcia.com.br

Fico muito espantada com a rapidez com que as coisas mudam no momento no poder central do país. Mais de 50% da população em idade de votar escolheu a atual presidente nas últimas eleições, já em seu segundo e último mandato. E todos os partidos, sim todos, resolveram que gostariam de mandar no país junto com ela, ou apesar dela, e apesar do nosso regime ser presidencialista, decidido em um plebiscito pela população. Começaram e continuaram a impedir qualquer possibilidade de se legislar o país. Verdade que ela não caprichou muito no mandato anterior. Acontece que todos os partidos se acharam com uma solução melhor e com um candidato melhor. Parou o país, à revelia da população.

Vivemos no momento tempos duros, com desemprego alto e com políticos que olham para os seus bolsos e, principalmente para trás, à moda antiga. A coisa, por assim dizer, se apressou e ganhou corpo quando o ex-presidente Lula e seu entorno, é claro, resolveram trazer a Copa do Mundo de 2014 para o Brasil. E de novo tivemos que ouvir que o mais importante do mundo é inaugurar obra de engenharia. Desde quando fazer ponte onde precisa, estrada ou escola é favor? Não é mais do que obrigação para manter o país funcionando, os meninos aprendendo e criando futuros. Infelizmente, nesse país todos os políticos olham para trás, para os bons tempos do prefeito Odorico Paraguaçu, na novela O bem amado, de Dias Gomes, exibida em 1973 na televisão. Odorico unia em seu personagem aquilo que todos nós brasileiro não queremos mais. Mas, na ficção o mundo era simples como preparar uma berinjela no forno.

Veja aqui a receita de berinjela assada no forno.

Saiba o que foi a novela O bem amado, de Dias Gomes.

Assista partes da novela O bem amado, com Paulo Gracindo interpretando o prefeito Odorico Paraguassú.