www.cozinhadamarcia.com.br

Pois é, o lanche de hoje foi com uma tradição popular do Oriente Médio e do Norte da África, preparei as famosas bolinhas de farinha de grão de bico e servi com salada de pepinos, com tomate, folhas de salada – tinha radicchio, que é uma espécie de chicória meio amarguinha com as folhas roxas e alfaces e ainda tinha uma ricota muito fresca na geladeira. Para beber servi um chá preto com flores de hibiscos que ganhei de presente faz um tempo. O chá estava em temperatura ambiente. Caiu muito bem.

 

www.cozinhadamarcia.com.brNão fiz a massa do falafel, comprei um pacote da mistura pronta que ficou excelente, segui as instruções, molhei com água, descansei a massa e depois fritei. Ficaram ótimos. Falafels são primos diretos dos bolinhos do acarajé, sem o vatapá é claro, e por isso para quem não encontrar a massa pronta a minha sugestão é que usem a farinha de acarajé, que é nada mais do que o feijão fradinho moído. A massa pronta tem um pouco de orégano seco, sal e gergelim. Acho que dá para fazer o mesmo tempero com a farinha de acarajé. Vou experimentar.

 

www.cozinhadamarcia.com.brCada um dos países em torno do Mar Mediterrâneo ­faz uma massa um pouco diferente. Alguns tem uma mistura de feijão fava e grão de bico, outros só com grão de bico, é comida de rua com formato de bolinhas, vendidos em carrinhos ou em pequenos balcões – com o mesmo espírito que o nosso pastel de feira, os pães tipo árabe são recheados com os falafel e com legumes crús e pickles diferentes com molho tahine. O prato também pode ser servido como tira-gosto, eu preparei bolinhas redondas, mas o correto é fazer os bolinhos achatados e um pouco maiores, bem temperados com cominho, pimenta malagueta que, depois de fritos, são servidos com molho especial. Aproveitem.