www.cozinhadamarcia.com.br

Não estou saindo de férias, vou isso sim começar um dever de casa que está atrasado faz muito tempo. Vou ler sobre as árvores, plantas, musgos, visgos e tudo aquilo que nasce na sombra do meu quintal e que eu nunca prestei atenção.

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro publicou em 2009 um trabalho gigantesco, são mais de 500 páginas, sobre as plantas da Mata Atlântica. Apenas agora eu o encontrei na Internet e repasso o link a seguir. Seus autores fizeram um trabalho primoroso que explica o que são todas os tipos de plantas que conhecemos, e são também aquelas que com frequência elogiamos olhando para cima das árvores – olha que linda! E, por total desconhecimento não podemos dizer ao moço que está cortando uma árvore aqui na frente de casa, sem a menor dó, e tão pouco informado quanto eu, que aquela graminha que cresce pelo tronco não é um parasita, que ela só está buscando sol e que bebe e come água da chuva. Agora isso acabou. Vou fazer a minha lição de casa e aproveito para compartilhar com todos que como eu também ficam umas araras de ver corte de árvore e não poda cuidadosa na hora certa. Os fios suspensos? Precisam ser enterrados. Aéreo só passarinhos, joaninhas, gostaria também de ter os besouros de volta.

Plantas da Mata Atlântica

http://www.jbrj.gov.br/sites/all/themes/corporateclean/content/publicacoes/plantas_floresta_atlantica.pdf

Na foto o maracujá, fruta nativa da Mata Atlântica