Quem gosta de fazer pão em casa dificilmente pega uma receita e a repete a cada vez que faz um pão. O pão tem sempre algo que pode ser melhorado, o recheio trocado ou um novo fermento pode servir de base.

Por isso, em casa, não existe uma receita perfeita que utiliza quantidades precisas de farinha. Não é como a farinha nas padarias que já chega do moinho misturada em quantidades exatas de trigo de procedência diversas ou acrescida de outros cereais. Prepará-lo é para muitos padeiros amadores mais do que um ofício, é uma oportunidade de expressar a sua criatividade.

As receitas a seguir utilizam dois fermentos diferentes, um deles eu formei misturando a farinha, uma pacotinho de fermento desidratado – o equivalente a duas colheres e meia de chá, uma xícara de água e algumas passas. Deixei descansando de um dia para o outro, sem maiores cuidados, e criei uma colônia de fermento que transfere um sabor levemente adocicado ao pão.