www.cozinhadamarcia.com.br

Dia 27 de setembro é dia de São Cosme e Damião. É um dia muito especial na cultura brasileira,  não só para quem é de religião afro-brasileira, os dois santos foram mártires do inicio do cristianismo e morreram na Ásia no início do século VI da Era Cristã.  Muito festejados em Portugal e posteriormente no Brasil por serem médicos, a quem se atribuíam muitas curas. Diz-se, sem comprovação que seriam irmãos, trabalhavam juntos. No Brasil colonial e imperial e mesmo já no período republicano, as religiões de origem africana eram proibidas e reprimidas pela polícia, por isso criaram um novo modo de homenagear as suas divindades escondendo-os em santos da Igreja Católica. Assim São Cosme e São Damião passaram a ser cultuados em público no lugar de Erês e Ibejis, as crianças ou os espíritos das coisas puras que cada um de nós tem dentro de si.  E, como no Candomblé santos também comem, eles são homenageados com o Caruru das crianças.

www.cozinhadamarcia.com.brEsse ano não tive tempo de preparar um caruru e faz muitos anos que me prometia servir aos Ibejis o seu prato predileto. Estava no Rio. Assim não tive dúvida, encomendei no melhor boteco baiano de São Paulo, o Sotero, de quebra, enquanto esperava comemos, meu marido e eu, acarajés perfeitos – para magros pois são um pouco pequenos e poderiam ter um pouquinho mais de vatapá. Mas, era leve e delicado, adorei.

Sotero Rua Barão de Tatuí, 282, Santa Cecília, São Paulo.

 

www.cozinhdamarcia.com.brVeja receita do caruru completo da Cozinha da Marcia aqui.