www.cozinhadamarcia.com.br

Perto de Florença, pertinho mesmo, só oito quilômetros, tem uma cidade chamada Fiesole. Fica no alto e tem a melhor vista das colinas em volta. A paisagem é linda, as cores ricas e avermelhadas. Ali ficam as ruínas de um enorme teatro romano e, como todas as construções da época, ocupa uma posição geográfica privilegiada.

As construções romanas sempre ocupavam uma posição estrategicamente privilegiada. Um bom espaço, vista ampla e no caso de um teatro, todo conforto para os atores com uma área para ensaiar e o palco de frente para anfiteatro é muito emocionante. Cria-se uma ligação com o passado e com a beleza do que foram capazes de nos mostrar.

O que de fato me encanta nessas visitas é poder compreender o passado, mas também gosto de ver como o lugar ficou em alguns casos até mil anos depois. As ruínas do anfiteatro em Fiesole são privilegiadas, pode-se aproveitar a paisagem e olhar pequenos detalhes como a cerca viva, isso mesmo, formada por uma massa de muitos metros de comprimento de pés de louro, como pode ser visto na foto.

Ao lado do anfiteatro estão as ruínas de um templo romano, construído sobre um outro templo ainda mais antigo de um outro povo que morou na região, os etruscos. O lugar pode ser contemplado por longas horas. O dia estava ensolarado e o silêncio era cheio de boas ideias.

Para quem quiser entender um pouco mais como as massas são preparadas na Itália, dou a seguir uma receita simples de espaguete preparado com um molho que leva só um tomate.

Espaguete com molho de um tomate