www.cozinhadamarcia.com.br

A chef Marisabel Woodman, do La Peruana, traz quatro sopas encorpadas e tradicionais da culinária do Peru para ajudar a combater o frio e aquecer o corpo. Quem for ao restaurante vai encontrar receitas perfeitas para esta época do ano. Chupe de Camarones, caldo de camarão temperado com especiarias peruanas e aromatizado com orégano e erva andina huacatay. Acompanha camarão, arroz, ovo pochê, queijo minas e ervilha (R$39); Chilcano de Pescado: Caldo leve de peixe branco, com cubos de peixe, arroz, cancha peruana, cebolinha e salsinha (Entrada R$19/ Principal R$29); Caldo de Gallina: com macarrão, batata, ovo cozido e galinha dourada  (R$29); e Menestrón: sopa de influência italiana feita de pesto peruano, costela e fraldinha bovina. Acompanha mandioca cozida, feijão carioca, grão de bico, milho verde e queijo minas (R$32), são as criações da chef.

Terça e quarta – no jantar –  Chupe de Camarones e Menestrón

Quinta e sexta – no jantar –  Chupe de Camarones e Caldo de Gallina

Sábado, no almoço e jantar, e domingo, no almoço – Chupe de Camarones e Chilcano de Pescado

Bagagem rica

www.cozinhadamarcia.com.brNo comando das panelas, está a jovem Marisabel Woodman, de Piura – norte do Peru. Formada em administração de empresas, a chef sempre gostou de cozinhar. Em 2012, formou-se em gastronomia na Escola Ferrandi, de Paris, e passou por estágio de seis meses nas três cozinhas de Alain Ducasse, no hotel Plaza Athenee.  De volta ao seu país de origem, teve uma breve temporada de trabalho no restaurante Central, até que chegou ao Brasil em 2012. Em São Paulo, teve a oportunidade de estagiar no DOM e trabalhar no Dalva e Dito.

Apaixonada pela gastronomia do Peru, Mari começou seu negócio com uma barraca em feirinha gastronômica, na região de Pinheiros. Mais decidida do nunca a seguir esta carreira, voltou a Lima para estudar um pouco mais e trabalhou no El Mercado, do chef Rafael Osterling.

Quando retornou, resolveu arriscar e transformar a tímida barraquinha no La Peruana Food Truck. Inaugurado em 2014, no auge da moda da comida de rua em São Paulo, o negócio deu certo. A cozinha tradicional, com produto diferenciado e de qualidade fez tanto sucesso, que rendeu prêmios para Marisabel: o La Peruana ganhou como Melhor Food Truck da cidade pela edição especial Comer e Beber 2015 da Veja São Paulo e foi escolhido entre os três melhores da cidade pelo Melhor de SP, da Época SP 2014. Em agosto de 2015 o La Peruana virou sede fixa na Alameda Campinas, 1357.

Ambiente

www.cozinhadamarcia.com.brCom projeto do arquiteto Herbert Holdefer e comunicação visual feita por Eileen Wong, o ambiente com pé direito alto é moderno e descontraído. A varanda, instalada na frente da casa, promete ser disputada. É coberta e cercada por tocos de madeira, que remetem à praia de Colán, onde Marisabel cresceu. Lá, as casas ficam em cima destas madeiras por causa da maré.

A decoração remete ao Peru, mas sem ser óbvia. Há alguns elementos andinos, como o revestimento do sofá feito à mão por artesãos; ao lado de arte moderna, em destaque no retrato da famosa cantora Chabuca Granda, feito pelo artista peruano Cherman, e serigrafia de Elliot Tupac, feita especialmente para o La Peruana.

La Peruana Cevicheria

Alameda Campinas, 1357. Telefone: 3885-0148. Lugares: 45

Horário: Ter a sex: 12h às 15h e 19h às 23h. Sáb: 12h às 23h. Dom: 12h às 16h. Segunda fecha.

Foto: Chilcano de Pescado, Antonio Rodrigues