Isso mesmo! Prepare um delicioso assado com berinjelas e, nos dia seguinte, sirva-as como parte de uma entrada com tomates frescos e azeitonas, temperadas com muito azeite, alcaparras e o que mais estiver na geladeira.

Cada vez mais eu posso dizer que me entendo melhor com as berinjelas, e as preparo com mais jeito também. Não é muito fácil, sou uma daquelas pessoas que cresceu com apenas um tipo – a grande de casca roxa e miolo verde claro. Mas ultimamente me apaixonei por umas roxas, cor de púrpura, menores e com a forma mais alongada, cortadas em fatias e fritas em bem pouco azeite são muito gostosas. Agora, descobri uma redonda de casca branca rajada de roxo e lilás. Sem contar as bem miúdas que são preparadas à moda libanesa recheadas de nozes e alhos amassados.

Além das cores lindas, esqueci de listar as de casca branca, as berinjelas tem uma qualidade muito especial, tudo o que preparamos com elas hoje e servimos quente, podemos servir amanhã frios, requentados ou em temperatura ambiente e, generosamente a sua polpa terá absorvido melhor o tempero.

Por isso recomendo as berinjelas assadas nos forno. Eu as sirvo quentinhas, direto do forno, como acompanhamento para carnes e, nos dias seguintes, como pequenas entradas com tomates e azeitonas.