www.cozinhadamarcia.com.br

Um embate histórico entre os espumantes brasileiros contra as borbulhas de cinco países do Novo Mundo – Argentina, Brasil, Chile, Austrália, África do Sul e Nova Zelândia. Esta foi a proposta feita pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) para Steven Spurrier, o famoso crítico de vinhos britânico da revista Decanter.
A ousadia foi aceita prontamente por Spurrier, que ficou conhecido mundialmente pelo histórico Julgamento de Paris, realizado em 1976, numa degustação às cegas comparando os vinhos californianos aos melhores exemplares franceses de Bordeaux e Borgonha. Esta degustação, com nove jurados franceses, surpreendeu a todos ao dar o primeiro lugar a um vinho californiano, marcando uma explosão de confiança nos vinhos do Novo Mundo. Agora, chegou a vez dos espumantes brasileiros. Não há limite para a notoriedade e o reconhecimento que esta prova pode trazer aos nossos espumantes – de qualidade admitida internamente –, mas praticamente desconhecidos mundo afora.
Leia o post completo no blog Pautas de Guarda do jornalista e enólogo Orestes de Andrade Jr.