www.cozinhadamarcia.com.br

Antiguidade foi encontrada em Belém e Ibravin itermediou a vinda para Serra gaúcha
A maior coleção de saca-rolhas do Brasil acaba de ganhar uma nova e importante peça. O neurocirurgião bento-gonçalvense Carlos Fasolo adquiriu um abridor inglês fabricado em 1800 conhecido como Eclipse. A peça foi encontrada por um morador de Belém do Pará enterrado no quintal de casa. O proprietário do saca-rolhas, Pedro Mardock, entrou em contato com o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) que indicou o colecionador gaúcho. O antigo dono havia recebido propostas de mandar o saca-rolhas para o exterior, mas preferiu deixá-lo no país.
O saca-rolhas foi achado durante uma obra para a colocação de uma sapata de estruturação da casa de Mardock. “Estava junto com algumas garrafas que aparentam também serem antigas e um fogareiro”, lembra. Sem ter ideia de como os objetos foram parar ali, o paraense só sabe dizer que todo o terreno do quarteirão pertencia ao avô e o pedaço onde está instalada a casa havia sido vendida para o avô da sua esposa, a área permanecendo sempre em família. A descoberta ocorreu no final de agosto deste ano. “Levei a peça para um arqueólogo conhecido e alguns antiquários. Também fiz pesquisas na Internet. Na sequência, resolvi ligar para o Ibravin e logo depois o Fasolo entrou em contato”, narra, Mardock. Supervisor de companhia aérea e acadêmico de Engenharia Ambiental, o descobridor está feliz de alguma forma participar da história da peça.
A confirmação da antiguidade do saca-rolhas foi feita pelo colecionador Carlos Fasolo por meio da consulta a catálogos internacionais dedicados exclusivamente aos abridores. Ele encontrou referencias em uma relação italiana e em uma francesa como sendo do final do século XIX, mas sem uma data precisa. Conforme Fasolo, o saca-rolhas vindo de Belém não é a peça que ele pagou mais caro (cerca de R$ 1 mil), mas com certeza é a mais valiosa. “Pela antiguidade da peça e pelo estado de conservação”, argumenta o colecionador, salientando o inusitado de o objeto ter sido encontrado no Pará, região pouco tradicional no consumo de vinho.
A coleção de Fasolo tem cerca de 1.450 abridores, sendo que aproximadamente 500 deles são peças antigas. O resto são saca-rolhas recebidos de presente e comprados em viagens. No mais recente passeio pela Itália, o médico adquiriu 32 novas peças.

Veja mais notícias, indicações de bebidas, viagens e passeios no canal Vinhos e Bebidas da Cozinha da Marcia