www.cozinhadamarcia.com.br

Filial paulistana fará ações na porta do bar em três domingos de março

O clima da maior festa popular do mundo estará presente no Aconchego Carioca/SP no mês de março. Nos domingos 16, 23 e 30, das 16h às 19h, comidas especiais serão servidas na rua, em frente ao bar. Vai ter sanduíches de linguiça artesanal e de carne assada na cerveja, e tapiocas com sabores diversos, preparadas pela chef Kátia Barbosa. Os preços variam de R$6 a R$15. Abaixo a programação completa.

Aconchego na rua

16/3 – Tapiocas com sabores diversos: beterraba com queijo branco; abóbora com carne seca; e tomate com manjericão – R$ 6

23/3 – Sanduíche de carne assada na cerveja- receita de André Clemente e Edu Passarelli – R$ 15

 30/3 – Sanduíche de linguiça artesanal – R$15 (foto)

Aconchego Carioca – Alameda Jaú, 1372 – Jardins – SP. Tel.: 3062-8262 | Horários: Seg 18h às 23h. Ter a sáb 12h à 0h. Dom 12h às 18h.

Aconchego Carioca em São Paulo – Em 25 de setembro de 2012, os paulistanos ganharam nos Jardins uma filial do premiado Aconchego Carioca. Comandado pelo empresário Edu Passarelli, o bar apresenta uma caprichada carta de cervejas, que acompanham bem os famosos bolinhos, petiscos e pratos de Kátia Barbosa, um dos grandes nomes da cozinha de boteco no Brasil.

O cardápio é praticamente idêntico ao carioca. Há também uma criação especialmente para São Paulo: bolinho virado à paulista. No menu, destacam-se clássicos da culinária brasileira como escondidinho de camarão, baião de dois e bobó de camarão. Aos finais de semana, as estrelas são as moquecas, que aparecem em duas versões: de badejo com banana da terra ou de palmito pupunha com banana da terra – opção vegetariana. A carta de cervejas reúne cerca de 200 rótulos do mundo todo. Em julho de 2013, junto com a importadora Hors Concours, adquiriu vinte e um rótulos raros de pequenos produtores belgas. Um deles exclusivo do bar: St Amatus, da cervejaria Struise Brouwers  O bar também oferece caipirinhas, coquetéis clássicos e uma seleção de cachaças especiais.

Encontrar o local ideal foi uma das preocupações dos sócios, que não queriam perder a essência e estilo da matriz. Escolheram um charmoso sobrado nos Jardins e cuidaram pessoalmente de cada detalhe da reforma: a ideia era criar um ambiente despojado e aconchegante, como não poderia deixar de ser.  A alma de botequim fica evidente em cada detalhe, como nas cores fortes das paredes, nas redes nordestinas penduradas no teto e nos cartazes de cerveja.