www.cozinhadamarcia.com.br

 

Por volta de julho deste ano, a Casa Madeira deve concluir o processo de automatização completa da linha de geleias, eliminando a necessidade de quaisquer intervenções manuais na produção. Para isso, fará um investimento em maquinário da ordem de R$ 2 milhões. A capacidade de aporte serve como exemplo de causa e conseqüência para um dado apresentado na recente convenção de vendas da delicatessen: em seis anos, crescimento de 230%. “Além de tecnologia, investimos em distinção qualitativa, reformulação de marca, ampliação de portfólio, abertura de novos pontos de vendas, lançamento de produtos únicos, como os sucos varietais e os antepastos, intensificação de estratégias de comunicação e consolidação de catálogo”, explica o diretor-presidente da empresa, Juarez Valduga.

Em 2012, a Casa Madeira atingiu 37% de crescimento. Neste quesito, destaque para a linha de geleias, com incremento de 36%, e para o segmento de sucos orgânicos. Se os 66% de aumento nas vendas da embalagem de 1 litro da bebida já parecem substanciais, na garrafa de 300ml o índice atingiu 272%. Com produção artesanal, a delicatessen está hoje entre os 10 maiores vendedores de suco de uva 100% do Brasil. “Fica cada vez mais claro que o consumidor está preocupado com a sanidade do que consome. No caso do suco de uva Casa Madeira, estamos falando da utilização de 1,7 quilo de uva para cada litro elaborado, sem adição de água, açúcar ou conservantes”, observa Juarez Valduga.

Os sucos de uva 100%, nas versões integral, orgânico, kosher e varietal, mantêm a supremacia na participação das vendas, com 83%. Entre as geleias, chama atenção o avanço da linha Sugar Free, que em pouco mais de um ano de comercialização já responde por 9% das caixas vendidas. “O consumidor está descobrindo rapidamente como apreciar o produto. Na Bahia, por exemplo, as geleias da Casa Madeira estão sendo usadas na preparação de coquetéis. Só em 2012, foram 800 mil potes vendidos em todo Brasil”, sublinha a gerente comercial da empresa, Juciane Casagrande.

Oito Estados superaram os 36% de avanço da delicatessen como um todo: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Amazonas. Atualmente, São Paulo (21%), Rio de Janeiro (18%), Rio Grande do Sul (8%), Bahia e Minas Gerais (7%) apresentam os maiores índices de participação no faturamento da Casa Madeira. Mas o mais importante é que as vendas da Casa Madeira estão distribuídas por todo o país, em mais de 5 mil pontos, em todos os estados brasileiros. “Esta é uma de nossas forças”, observa Juciane Casagrande, projetando um acréscimo de 40% no faturamento da empresa este ano.

A Casa Madeira – A linha de produtos de delicatessen Casa Madeira tem 20 anos de mercado, elaborando produtos artesanais 100% sadios e naturais, com supervisão direta da Família Valduga, no Vale dos Vinhedos. A linha de produtos inclui sucos de uva kosher, orgânicos e integrais – sem adição de conservantes, açúcar ou água –, sucos varietais, geleias e cremes de balsâmico, voltados ao segmento gourmet, vinagre balsâmico de vinhos finos e, lançamento de 2012, antepastos.