www.cozinhadamarcia.com.br

O Bar Guanahaní traz o melhor da culinária colombiana, com petiscos, pratos e bebidas típicas do país. Destacam-se receitas famosas em barracas de rua de Bogotá e da memória gustativa de infância e resgate caseiro de Pupi Lopez, uma das sócias e que chegou ao Brasil há 30 anos.

Quem comanda a cozinha é o colombiano Jair Alfonso Abril Rojas, formado chef no SENA em Bogotá, e Gastronomia Internacional com ênfase na comida peruana no Master Chef Le Cordon Bleu em Lima, Peru. Ele trabalhou no restaurante Astrid & Gaston. Ysangas: cestinhas de banana da terra recheadas com frutos do mar e carnes (inspirado nas cestas que os índios muíscas utilizavam para pescar mariscos); picada Guanahaní: misto de pipoca, carne de sol, chips de banana e torresmo; caravelas: arepas (discos de milho assados) servidos abertos para cada um montar sua versão com recheios como ropa vieja (carne desfiada temperada), guacamole, refrito, frango, queijo, cogumelos e molhos de pimenta especiais, são algumas das opções de petiscos do cardápio.
Leitoa recheada; posta negra com arroz de coco; truta recheada; tamales; e viudo de pescado são alguns dos pratos autênticos da Colômbia que estarão no Guanahaní, acompanhando criações especiais inspiradas nos sabores do Caribe e dos Andes como o risoto de café com lombo ao molho de tamarindo e frango com cuba libre. As sobremesas são clássicos colombianos como pudim de café, figo recheado de doce de leite e mousse de curuba.

No Guanahaní o rum é o rei O rum é o principal ingrediente de muitos drinques famosos, como mojitos e daiquiris. É produzido principalmente nas ilhas do Caribe. Os coquetéis exclusivos da casa são à base da bebida. Das mãos do experiente bartender Elton Durãis saem criações como daiquiri Andino (rum, tomate andino, contreau e especiarias Guanahaní); mojito dourado (rum, limão siciliano, hortelã, kinkan e água gaseificada); Punch (rum escuro, suco tropical, especiarias e água de coco gaseificada), Guaipirissima (sticks de rum com frutas); Guaipirissima especial de café (rum añejo, limão siciliano, café e especiarias Guanahaní), e mojito Guanahaní (rum, limão siciliano, hortelã, açúcar, anis, espumante e especiarias Guanahaní). E para o verão, soft drinks com frutas exóticas importadas da Colômbia: lulo, curuba e feijoa.
A grande quantidade de países produtores de rum se reflete na variedade da bebida. Em breve, no andar de cima do bar será feito o Clube do Rum.

Todos os detalhes Pupi Lopez uniu-se a irmã Maria Fernanda Lopez, ao amigo e médico Gonzalo Vecina Neto e ao diretor de eventos e RP José Augusto Oliveira para realizar um sonho: montar um estabelecimento que resgatasse suas raízes e trouxesse um pedaço de sua terra para São Paulo. O projeto vem sendo pensado e elaborado minuciosamente há anos, para que cada detalhe, da comida ao ambiente, fosse mostrado com perfeição e verdade. Quem entrar no bar terá uma bela surpresa. Instalado em um charmoso e espaçoso sobrado, o ambiente tem cores fortes nas paredes e cadeiras, paisagismo, painel contando a história da ilha de Guanahaní (onde Cristóvão Colombo desembarcou pela primeira vez na América), e peças decorativas vindas da Colômbia, como as molas (bordado oficial do país) que estarão à venda.

Guanahaní
Rua: Joaquim Antunes, 391 – Pinheiros. Tel: 3060.9169. 80 lugares.
Horário de funcionamento: Ter a sex: 18h às 24h. Sáb: 13h às 16h e 18h à 1h. Dom: 12h às 16h.

Fotos: Renato Rocha